dezembro 2019
D S T Q Q S S
« nov   jan »
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  

:: 5/dez/2019 . 23:47

COPINHA: “BODE” ESTREIA CONTRA O FLA

Carlos Albán González – jornalista

O Esporte Clube Primeiro Passo Vitória da Conquista, na sua quinta participação consecutiva na Copa São Paulo de Futebol Júnior – a Copinha – caiu no que se costuma chamar de “grupo da morte”, considerando que terá como primeiro adversário o Flamengo, campeão brasileiro sub 20, título ganho na semana passada, fechando para o rubro-negro carioca o ciclo de conquistas nacionais (profissional e sub 17).

Com 128 clubes representando os 26 estados do Brasil e o Distrito Federal, divididos em 32 grupos, com sedes no interior de São Paulo e  no Estádio do Canindé (capital), a Copinha será disputada entre os dias 2 e 25 de janeiro, data dos 466 anos da capital paulista. O maior torneio do mundo reunindo atletas com menos de 20 anos é promovido pela Prefeitura paulista e organizado pela Federação Paulista de Futebol (FPF). O São Paulo é o atual campeão. O estádio do Pacaembu receberá a final.

Vitória da Conquista e Flamengo estão no grupo 25, com sede em Diadema (21 kms. da capital paulista), situada no ABCD, um dos maiores polos econômicos do país. Os outros dois integrantes da chave são o Água Santa, o principal clube da cidade, e o Trem, representante da distante Macapá, no Amapá.

Interessante é que o Trem e o Água Santa foram fundados por operários. O time amapaense, 143 no ranking da CBF, conhecido por Locomotiva, foi fundado por ferroviários, em 1º de janeiro de 1947. Formador de atletas em suas divisões inferiores, o Água Santa, 122 no ranking nacional, vai integrar em 2020 a elite do futebol paulista. A equipe do ABCD é produto da migração nordestina para o Sudeste no século passado. Sua fundação data de 27 de outubro de 1981. Com 386.934 habitantes, uma renda per capita de R$ 31.900 e um Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) considerado alto, Diamantina é hoje o local de morada de 31.661 baianos.

A garotada do E.C,P.P. Vitória da Conquista viaja para o interior de São Paulo na certeza de que não faltará incentivo nas partidas que fará na Arena Inamar (capacidade para 10 mil pessoas), por parte dos nordestinos, principalmente dos seus conterrâneos baianos. A estreia está marcada para o dia 4, às 11 horas, contra o Flamengo, provavelmente com transmissão de televisão (SporTV, Cultura e Vivo); no dia 7, às 12h45, enfrentará os donos da casa, o Água Santa; e no dia 10, às 12h45, terá o Trem pela frente. Os dois primeiros colocados de cada grupo passam para as fases seguintes, no formato mata-mata.

Além do Vitória da Conquista, o futebol júnior baiano terá mais quatro representantes na Copinha: o Vitória (grupo 5, em Jaú), Bahia (grupo 13, em Indaiatuba), Jacuipense (grupo 19, em Itapira) e Canaã (grupo 31, em Nicolau Alayon).

A título de curiosidade constatei que o Canaã, integrante da 2ª divisão do futebol baiano, é mantido pelo projeto sócio-educacional Nova Canaã, criado pela Igreja Universal do Reino de Deus, na cidade de Irecê (BA). A principal finalidade do clube é preparar jovens e colocá-los no mercado do futebol. O meia Pedrinho, do Corinthians, foi o primeiro; outros seis estão se submetendo a testes no clube paulista. Uma cartilha distribuída pela Iurd proíbe os jogadores de usarem brincos, falar palavrão e aconselha a evitar atingir o adversário com faltas; não há a obrigação de assistir as sessões de “descarrego”.

 

 

 

NO SARAU A ESTRADA

O Sarau A Estrada completou nove anos de encontros da música, da poesia e dos causos, e vamos entrar no décimo ano agora em 2020, precisamente em julho. Neste sábado (dia 07/12) vamos realizar o último do ano com o tema A História da Música Brasileira, com o músico e compositor Alex Baducha  e demais convidados que podem falar sobre o assunto. Vai ser mais uma festa cultural comemorativa de final de ano, e todos estão convidados. Trata-se de um sarau colaborativo onde cada um traz sua bebida e comida e vamos curtir com alegria e confraternização. Será mais uma noite cultural que promete.

CULTURA DO CORPO

Alta serotonina…

Ficar como uma menina;

bunda dura, cintura fina;

só a plástica  que anima;

silicone,  química e faxina.

 

Revolução hormonal;

é o corpo da era do dopado;

deixou de ser morada divina,

para ser uma gata felina.

 

O que vale é ter boa imagem;

é a cultura do individual,

do corpo sarado e venal.

 

Sociedade dos patéticos,

dos deuses cosméticos;

são os ingredientes  fanáticos,

do mundo dos galácticos,

sem os valores éticos;

vale tudo  para a cura;

é a loucura  dos estéticos.

 

Obsessão pela aparência,

da adoração do deus-ciência,

dopada de ansiedade e depressão.

 

Tem que ter o corpo legal,

no lugar da mente  racional.

 

Ingere laxantes e diuréticos;

vai de dose de  anabolizantes,

tanto faz pra cavalos e elefantes.

Prefere ficar cega a ser gordinha;

mato quem me chamar fofinha.

 

Não existe lugar para enrugado;

quero o corpo todo  torneado,

para excitar e deixar tarado;

flacidez é o maior  pecado.

 

É proibido se alimentar;

passa o tempo a contar calorias;

são obscenas minhas estrias.

É a paranoia da lipofobia,

e a dieta é a deusa guia.

 

Não transgrida os setes pecados:

não comerás frituras;

evitarás   gorduras  saturadas;

não beberás guaranás;

não experimentarás doces e manjas;

não fraquejarás com os bolos;

não deixarás seduzir pelo chocolate;

e nada de cervejas ou malte.

 

Nefropatia, vigorexia, anorexia, bulimia:

moda da mente fraca e  doentia.

 

Prefere a cegueira da razão,

que separar de sua única paixão.

 

Narciso tem de ser liso ou lisa:

diet – light – botox – lifting.

 

É o apelo da cultura cretina,

que banalizou  e virou  rotina,

numa mistura masculina e feminina:

consumo e consumismo banal,

na moda do mundo superficial.

SESSÕES DA CÂMARA PRECISAM DE MAIS ORDEM E DISCIPLINA

Está ficando difícil assistir uma sessão da Câmara de Vereadores de Vitória da Conquista por causa da falta de educação da plateia, que transformou o ambiente numa feira onde todos conversam alto e ao mesmo tempo. O local virou um ponto de encontro para bate-papo, onde cada um faz seus conchavos, negócios e troca de ideias. Do outro lado, cabe ao presidente da Casa colocar ordem e disciplina no recinto e, se for o caso, suspender a sessão por um determinado tempo.

Ontem mesmo, quarta-feira (dia 04/12), criou-se um pequeno tumulto na abertura quando um grupo de sem tetos, que foi retirado de uma invasão no Bairro Panorama, fez uma manifestação com gritos de ordem, reivindicando do prefeito Hérzem Gusmão, que se encontrava presente, o retorno para a área. No momento, vários projetos e requerimentos estavam em votação e ninguém conseguia ouvir as intervenções dos vereadores.

Esse barulho de conversas paralelas na Câmara, perturbando quem quer acompanhar os trabalhos, já vem ocorrendo há muito tempo. Muita gente tem reclamado o comportamento de falta de educação, criticando a mesa diretora por não tomar as devidas providências. Na maioria das vezes, não dá para escutar o que o parlamentar está falando na tribuna.

Além das conversas em voz alta, outras pessoas passam o tempo no celular, e tem vereador que não dá o exemplo e faz o mesmo conversando ao lado com o colega. Na sessão mista de ontem, que mais parecia uma comemoração num salão de festa, a Rádio Clube foi homenageada como a emissora mais antiga de Conquista (completa 65 anos em 17 de dezembro), daí a presença do prefeito e do radialista e cantor Jânio Arapiranga que fez uma apresentação musical.

 

 

 

 

 





WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia