abril 2019
D S T Q Q S S
« mar    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  


SOBRE NOSSAS FERROVIAS

SÃO MIGUEL-AREIA-MUTUÍPE

Em novembro de 1901 foi entregue o primeiro trecho da Estrada São Miguel – Areia, a partir do entroncamento com a linha Tram-Road de Nazaré, terminando na Estrada Nova Laje (72 quilômetros), com posto telefônico, linhas telegráficas e outras instalações.

O tráfego foi inaugurado pelo Governador do Estado, Severino dos Santos Vieira. Além de autoridades, o trem inaugural de duas locomotivas de 16 carros transportou mil passageiros.

Sucateados - Cópia

Nossas ferrovias foram sucateadas no Brasil

A partir desta data, o trecho São Miguel – Areia, de propriedade do Governo, mas trafegado pela Tram-Road, obrigava os passageiros a fazerem baldeação em São Miguel, pois os trens de uma estrada não podiam trafegar pela linha de outra.

Sob a chefia do engenheiro Frederico Pontos, em janeiro de 1905 foi inaugurado o tráfego no Ponto de Mutum que hoje é a cidade de Mutuípe. Já em janeiro de 1906 é inaugurada a Estação de Jequiriçá e aberto ao tráfego público no quilômetro 46, numa distância de 11 quilômetros de Mutum, contando com a presença do Governador José Marcelino de Souza. Em setembro do mesmo ano, o Governo aprova o prolongamento da Estrada até Santa Inês.

Em julho de 1906 foi dada a primeira ordem de serviço para o corte de prolongamento da via de Areia até Jequié. Em novembro do mesmo ano, foi entregue a Estrada de Areia no quilômetro 58, ou 131 de Nazaré, com ato presidido pelo Governador José Marcelino de Souza. A obra atravessou diversos problemas de ordem financeira a moléstias endêmicas nas margens dos rios, demandando sete anos de execução de serviços.

:: LEIA MAIS »

SÓ QUERIA ENTENDER!

Copa do Mundo e a vergonhosa atuação da seleção brasileira ainda vão ser assuntos discutidos por muitos anos, principalmente sobre o nosso time que amarelou literalmente em campo, tendo como maiores culpados o “sargento” Filipão e o seu capitão Thiago Silva que na hora de bater um pênalti se isolou dos companheiros para “pensar na vida”.

Não vou, no entanto, ficar aqui remoendo a histórica derrota de 7 X 1 do “mineiraço” no dia 8 de julho (sete mais um são oito e passa a régua), nem os 3 X 0 da “terceirona” do dia 12 seguinte (um mais dois são três). Somando os números isolados do ano de 20014 também resultam em sete.

Sete nunca mais! Mas, tem muitas coisas que ficam burilando em minha cachola e eu só queria entender. Como já disse alguém por aí, perguntar não ofende. Talvez eu seja burro demais, abaixo da média nacional.

:: LEIA MAIS »

CONVITE

Convite

QUEM VAI DAR A DESCARGA?

Alguém tem que dar uma descarga na privada da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), pois o mau cheiro está insuportável. Há anos que os velhos cartolas, a começar pelo sr. Ricardo Teixeira, só têm deixado sujeira. Todo sistema do futebol, inclusive as federações, está anacrônico e suas dependências estão infestadas de ratos.

O Brasil só volta a ser o país do futebol, como se diz por aí batendo no peito, quando houver uma limpeza geral nesta privada. Não adianta gritar que é nacionalista e patriota, se a camarilha continuar mandando no maior esporte da nação. Por causa desse bando, o brasileiro voltou a carregar o complexo de vira-lata como dizia o escritor e jornalista Nelson Rodrigues.

Não se pode iludir as pessoas por todo tempo, e foi isso que a mídia esportiva, principalmente a rede Globo na voz de Galvão Bueno, tentou fazer com uma seleção chorona e emotiva que nem deveria ter dado os seis passos. Melhor que tivesse dado quatro passos, mas que saísse com dignidade e cabeça erguida.

Na realidade, essa mídia manipuladora, que só visa e visou a audiência e o lucro, fustigou o torcedor a acreditar que o time poderia chegar ao final da competição e ser campeão. A ficha só caiu depois do horroroso vexame contra a Alemanha, que continua fazendo seu marketing de bonzinhos e simpáticos para agradar os brasileiros. Se não existisse o mané, não existiria o malandro.

:: LEIA MAIS »

A RESSACA DA COPA

Quem está numa festa se esbaldando na bebida, nem pensa na ressaca do outro dia. Assim vai ser com a Copa que está terminando logo mais. Foi só iniciar a festa para desaparecerem as prioridades na educação, na saúde, na segurança, no combate da inflação e no saneamento básico. Vem aí gente, a ressaca do outro dia!

Há pouco tempo, antes de começar o evento, boa parte da população, segundo pesquisas, era contra o Brasil ser sede porque não era prioridade. Foi só a bolar rolar no gramado para esses índices serem invertidos. Como explicar essa mudança de posição? As prioridades não existem mais?

Para essa inversão de conduta, só uma coisa me vem à cabeça: Falta de conscientização e coerência política. Outra explicação é que os brasileiros só são patriotas no futebol quando se canta com todos os pulmões o hino nacional.

:: LEIA MAIS »

CONQUISTA ESTREIA DIA 20 NO BRASILEIRO – Carlos Gonzalez – jornalista

A CBF acaba de divulgar a tabela do Campeonato Brasileiro da série “D”, com a participação de 41 clubes de todos os estados. O torneio começa no próximo dia 19, uma semana após a final da Copa do Mundo, e será concluído no dia 16 de novembro. O Vitória da Conquista estréia dia 20, às 16 horas, contra o Betim, de Minas Gerais, no Estádio Lomanto Júnior.

Além do Conquista, a Bahia será representada pelo Jacuipense, de Conceição do Jacuípe, cujo mando de campo será o Estádio de Pituaçu, em Salvador. O time conquistense foi incluído no grupo 4, ao lado do Betim, de Ipatinga, Minas Gerais; o Confiança, de Itabaiana, Sergipe; o Globo, de Ceará-Mirim, Rio Grande do  Norte; e o Porto, de Caruaru,  Pernambuco.

:: LEIA MAIS »

LIVRO SERÁ LANÇADO NO DIA 31

O livro “UMA CONQUISTA CASSADA”, do jornalista Jeremias Macário tem data marcada para ser lançado no próximo dia 31, às 20 horas, na livraria Nobel, na avenida Otávio Santos, 207, centro, em Vitória da Conquista. Já em agosto, no dia 26 a obra será apresentada numa sessão da Assembléia Legislativa, em Salvador. Antes disso, no mesmo mês haverá um registro do trabalho do jornalista na Câmara Municipal dos Vereadores de Vitória da Conquista.

O CHORO DO CAPITÃO – Carlos Gonzalez – jornalista

Se ainda resta a Tiago Melo um pouco de dignidade, ele deve passar a um companheiro a braçadeira de capitão da seleção brasileira. A sua reação antes da cobrança dos pênaltis contra o Chile (chorar compulsivamente, afastar-se dos demais jogadores e pedir para não fazer parte da lista de cobradores dos tiros livres) foi vergonhosa, podendo ser comparada ao do comandante do transatlântico Costa Concordia, que naufragou no Mediterrâneo, em janeiro de 2012, o italiano Francesco Schettino, flagrado abandonando a embarcação antes dos passageiros.

Outros jogadores se deixaram contaminar pelas lágrimas de Tiago, como o veterano goleiro Júlio César e o atacante Neymar, novo censor da imprensa – acaba de suspender, através de medida judicial, a circulação da “Playboy”, por estampar fotos nuas de uma  ex-namorada. O jogador do Paris Saint Germain não fez jus a alguns zagueiros que exerceram o posto no passado, como Bellini, Mauro e Carlos Alberto.

Crítico da psicologia no campo esportivo, o técnico Felipão fugiu um pouco do estilo indelicado que o caracteriza, e concordou em convocar um profissional especializado e colocar os seus jogadores no divã. Na verdade, eles estão preocupados em perder o “bicho” de R$ 1,1 milhão, uma das preocupações do Tiago Melo antes da Copa.

:: LEIA MAIS »

EM BREVE “UMA CONQUISTA CASSADA”

SÃO JOÃO E LIVRO 036 - Cópia - Cópia

A neblina cobria a Serra do Periperi naquela manhã do dia seis de maio de 1964. Aos poucos a cerração invadia a cidade de cerca de 50 mil habitantes. O vento frio anunciava um inverno de baixas temperaturas. Os moradores despertavam ainda sonolentos de seus cobertores para as tarefas de rotina.

Era para ser um dia como outro qualquer, mas não foi isso que ocorreu. Depois de uma cansativa viagem do dia anterior, 100 homens fardados vindos da capital, sob o comando do capitão Antônio Bendochi Alves Filho, estavam prontos para a repressão.

Armados de fuzis e metralhadoras, o centro e pontos estratégicos da cidade foram cercados pelos militares. A ordem era encurralar e prender os “subversivos comunistas”.

Está história está no livro “Uma Conquista Cassada”, de autoria do jornalista Jeremias Macário, que será lançado brevemente em Vitória da Conquista. A obra, de mais de 400 páginas, marca os 50 anos da entrada das tropas na cidade e foi impressa pela Gráfica da Bahia através da Assembleia Legislativa por intermédio do deputado estadual Jean Fabrício, do PC do B.

:: LEIA MAIS »

É O FORRO DO PERIPERI !!!

Mais de dez mil pessoas participaram da abertura do Forró do Periperi, no Espaço Cultural Glauber Rocha, inaugurado no último dia 18 pela Prefeitura Municipal de Vitória da Conquista. Dá gosto pra ser ver a área com uma estrutura que valoriza o bairro Brasil no lado oeste da cidade. O espaço conta com sala de imprensa, segurança (Corpo de Bombeiros), banheiros, barracas padronizadas, atendimento médico e, é claro, um palco para o forró pé de serra que é o mais genuíno e autêntico da Bahia.

SÃO JOÃO E LIVRO 001 - Cópia

Estive lá e gostei do que vi, mesmo porque, o São João que vinha sendo realizado todos os anos na Praça Barão do Rio Branco não comportava mais tanta gente que apreciava a tradição junina com raízes culturais da terra nordestina desde o final dos anos 90. Dentro do Espaço Glauber Rocha foi montada uma área representativa dos folguedos de São João, com direito a capelinha, casas típicas da região e uma grande radiola girando um vinil.

A administração do prefeito Guilherme Menezes está de parabéns com a obra que já pode ser considerada como o maior espaço de eventos da cidade. O secretário de Cultura Nagib fez algumas pontuações sobre a importância do espaço e prometeu mais melhorias, como no âmbito da iluminação. Sempre tenho dito que Conquista carece de grandes projetos do tamanho da cidade, a terceira maior da Bahia.

 Estive lá na abertura e gostei do que vi, principalmente no que toca a organização. Depois peguei a estrada para visitar mais uma vez o São João de Senhor do Bonfim, Juazeiro, Petrolina e Piritiba, minha terra querida que também faz uma festa  com as pegadas nordestina. Mais uma vez é o prefeito Ivan Cedraz que comanda a animação pé de serra com cantores e compositores locais.  

 





WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia