setembro 2021
D S T Q Q S S
« ago    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  

:: 2/set/2021 . 23:10

AS NUVENS E O TEMPO

Do meu quintal cercado de plantas (algumas floridas), pássaros a cantar, o beija-flor a bailar e entre hortas da terra viçosa, fico a mirar as nuvens e o tempo que sempre estão mudando de posições, de acordo com a direção do vento, ora forte e fraco, do sul, do oeste, leste e norte como se fossem nossas vidas cotidianas. A depender do tempo, as nuvens mudam, ficam leves esparsas e pesadas, cuspindo suas rajadas como que anunciando tempestade, como nas imagens captadas pelo jornalista e escritor Jeremias Macário. São imprevisíveis como os seres humanos dos tempos atuais, que sempre mudam de roupagem. É a metamorfose ambulante como na canção do poeta compositor Raul Seixas. Com as bruscas mudanças climáticas, decorrentes da intervenção humana na natureza, o vento quente, repentinamente, se torna frio. Assim vivemos no Brasil de hoje onde predominam as incertezas, com nuvens sombrias e tempos de medo e falta de esperança. Quando o céu está limpo, dizem que é céu de brigadeiro, de se voar tranquilo. Na atualidade, quando olhamos para o alto, só enxergamos nuvens carregadas, ventos incertos de trovoadas de correntes elétricas, num tempo de divisões, com imagens e figuras estranhas como as nuvens que cortam nossas cabeças.

NÃO VIM PARA CONSTRUIR

Versos satíricos de autoria do jornalista e escritor Jeremias Macário

Não vou mais comprar arroz e feijão,

Vou comprar fuzil pra matar meu irmão,

Ser um idiota ignorante nesta terra plana,

Não vou usar máscara e tomar vacina,

Pra você uma banana, fela da puta sacana.

 

Sou AntiCristo ladrão de palmito,

Tenho o meu direito individual,

De cagar na corte do Supremo Federal,

Canalhas jornalistas, gays comunistas,

Meus seguidores me chamam de “mito”.

 

Não vim como o messias construir,

E sim com minha loucura destruir,

Essa maldita subversiva cultura,

Derrubar cada pau dessa Amazônia,

Com minha democrata ditadura.

 

Negro se vende por quilo e arroba,

Índio tem que ser expulso e morto,

Cada dia falo minha merda ôba-ôba,

Rio tem que ser enterrado com mercúrio,

Sou Deus pelo caminho curvo e torto,

Militar bom é quem atira e rouba.

 

Vou detonar todo esse Pantanal,

Acabar com essa bicharada no lamaçal,

Com esse Mané, José e Juvenal,

Estourar essa tal camada de ozônio,

Com minha bombinha de plutônio.

 

Tenho meus generais de pijama,

Que ora urinam no pinico e na cama,

Todos são uns velhos frangotes,

Iludo meus apoiadores com lorotas,

Que acreditam que ainda tenho botas.

 

Sou o capitão expulso da negação,

Desmascarado da moto da morte,

Os malucos ainda entram na minha,

E na dos meus filhos da rachadinha

Que morra o fraco e viva o forte.

 

Fui até contrabandista garimpeiro,

Detesto todo cabra do estrangeiro,

Menos meu Tio Sam Trampeiro,

Meu Brasil dourado, Pátria Amada,

Eu sou a pregação besta fera do nada.

 

Que morram todos de fome e pandemia,

Alegria, Alegria e viva a mordomia,

O sol não bate mais nas bancas de jornais,

Bate nas fake news das redes sociais,

E o Brasil do dia a dia conta seus mortais.

 

Povo armado jamais será escravizado,

Atiro em quem não estiver do meu lado,

O coletivo social que vá pro espaço,

Sou o tirano desse povo colonizado,

E para vocês mando chupar o bagaço.

 

 

 

PRESTAÇÃO DE CONTAS DE VEREADORES E COBRANÇA POR SERVIÇOS DA VIA BAHIA

NÃO VAI DEMORAR MUITO TEMPO E LOGO A CÂMARA DE VEREADORES VAI VIRAR UM CULTO EVANGÉLICO

Prestação de contas de vereadores e mais uma cobrança da Via Bahia para que a empresa realize serviços no Anel Viário de Vitória da Conquista, de modo a reduzir o número de acidentes de veículos foram os principais assuntos em destaque dos parlamentares na sessão de ontem (dia 01/09), na Câmara Municipal.

Os vereadores evangélicos sempre usam a tribuna com uma citação da Bíblia antes e depois de suas falas. Não que tenha nada contra religião (cada um tem o direito de professar sua fé e ter sua igreja), mas dizem que o nosso Estado é laico, conforme dita a Constituição.

Uns chegam até a ser agressivos quando misturam religião com política, xingando raivosamente os adversários e defendendo o governo do capitão-presidente. O vereador Augusto Coutinho, por exemplo, meteu o malho em Lula e no PT como se fossem satanás, chamando o pré-candidato à presidência da República de ex-presidiário. Suas críticas contaram com reações da oposição no legislativo.

Depois de lido os requerimentos, as indicações de sempre e as moções de aplauso e pesar, o primeiro a falar foi Admilson Pereira (o falatório na plenária é ensurdecedor), que fez um apelo ao poder executivo para que construa quebra-molas no povoado de Cabeceiras (o município já é campeão desses monstrengos) e aproveitou para prestar contas de seu mandato.

O colega Nildo de Freitas também enumerou uma série de serviços que vem realizando em sua vereança e solicitou da Secretaria de Mobilidade Urbana a instalação de mais radares na Avenida Brumado, de forma que os motoristas tenham mais prudência ao trafegar naquela via.

A vereadora Lúcia Rocha fez uma espécie de prestação de contas da sua viagem a Salvador na semana passada, segundo ela, para tratar do problema de escassez de água em Conquista.

Na ocasião, disse ter mantido contato com o presidente daquela Casa, Geraldo Júnior, quando foi bem recebida pelo legislativo da capital, que ficou de lhe outorgar o título Maria Quitéria pelos seus oito mandatos (32 anos) como parlamentar conquistense. Lúcia ainda pediu ao poder público a revitalização das praças locais e da Lagoa das Bateias.

A reforma da pista de skate e do Ginásio Raul Ferraz foram as principais reivindicações do vereador Alexandre Xandó. Afirmou que está trabalhando junto ao deputado federal Waldenor Pereira para que faça uma emenda parlamentar em benefício das atividades da capoeira em Conquista.

Orlando Filho e Ivan Cordeiro citaram a inauguração, na semana passada, da casa Escuta Protegida para Crianças e Adolescentes como um projeto exemplar na Bahia, que contou com a presença da ministra Damares, dos Direitos Humanos, elogiando as ações do governo Bolsonaro e criticando o PT.

A vereadora Viviane Sampaio rebateu seus colegas dizendo que eles esqueceram de falar que as ações de proteção à criança começaram no governo do PT, a exemplo do Conquista Criança. “A construção dessa casa tem todo um histórico, com início em 2013 através do Centro de Atendimento à Criança”.

Fernando Jacaré assinalou que o projeto é uma vitória de todos. Na oportunidade, voltou a fazer duras críticas à concessionária Via Bahia que até o momento não cumpriu com sua parte de ampliação da Rio-Bahia (BR-116) e construção das passarelas e viadutos no Anel Viário. “Conquista não aguenta mais esse descaso da Via Bahia”.





WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia