julho 2020
D S T Q Q S S
« jun   ago »
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  

:: 16/jul/2020 . 22:46

CENÁRIO IMPROVISADO

Foto de José Carlos D´Almeida, nosso câmara e um dos diretores dos nossos vídeos que estamos realizando desde março quando começou a quarentena da Covid-19 no Brasil, que  parece não mais terminar. Para cada assunto, sempre improvisamos um cenário e figurino. Neste último vídeo improvisamos de acordo com o tema que foi sobre a Intervenção Militar, ou ditadura, como queira, com o título “Brasil, Nunca Mais”! Já realizamos 13 vídeos enviados para nossos grupos, amigos e parentes. Estamos finalizando um curta-metragem, contando com a colaboração financeira de diversos admiradores do nosso trabalho, como Almerinda Gonçalves, Carlos Gonzalez, Ciro Macário, Itamar Aguiar, Jovino Moreira, Tânia Gusmão, Rócia e Dadai Almeida e Dr. Saúde. Com interpretações de Jeremias Macário e Vandilza Gonçalves, os vídeos têm a produção dos 10 anos do Sarau Espaço Cultural A Estrada.

O GALO PROFESSOU

Poema mais recente de autoria do jornalista Jeremias Macário

Seu canto é também canção de amor,

De cisco riscado no chão reprodutor.

 

O galo professou e me ensinou

A ser semente levada pelo vento,

Louvar a vida, desencantar a morte,

E sempre ter a mente firme e forte.

 

Sem o relógio para o tempo anotar,

O sono leve vigia no silêncio da noite,

O sinal do galo no açoite da madruga,

Que está na hora da tropa se levantar.

 

O galo galante no terreiro é bem visto;

Foi testemunho da antiga divina profecia;

Cantou três vezes após Pedro negar Cristo,

Ao dizer que o seu mestre não o conhecia.

 

O galo professou pegar no pasto os jumentos,

No orvalho do sertão pra na feira mascatear

Os mantimentos lavrados na enxada do torrão,

E na baixada deu pressa antes do dia clarear.

 

O galo professou na curva ainda meio turva.

Que a aurora com seu esplendor logo ia raiar;

Professou que com o trabalho a dor se cura,

E o vade nos guiou até à cidade a carga arriar.

CONHEÇA SUA VIDA CURRICULAR

Filho de lavradores, Jeremias Macário de Oliveira veio lá do sertão agreste de Monte Alegre, hoje Mairí (BA), mas ainda menino fez o primário e foi registrado como filho de Piritiba, no Piemonte da Chapada Diamantina. De lá, por intermédio do pároco de Mundo Novo, foi estudar, em 1962, no Seminário Nossa Senhora do Bom Conselho, em Amargosa (BA), vocacionado para ser padre. Em 1968 ingressou no Seminário Central de Salvador, concluindo o Clássico, em 1969, quando se afastou do seminário e, em 1970, passou no vestibular para Jornalismo, na Universidade Federal da Bahia.

Para sobreviver e custear seus estudos, morando na Residência Universitária, trabalhou, temporariamente, em várias empresas da capital e concluiu o bacharelado em Jornalismo, em 1973, quando foi admitido pelo jornal “A Tarde” onde atuou como revisor, repórter em vários setores, redator e editor de Economia até 1991, em Salvador.

Neste ano foi indicado pelo próprio jornal “A Tarde” para chefiar a Sucursal de Vitória da Conquista onde permaneceu até o ano de 2005, quando, por decisão pessoal, afastou-se da empresa e se aposentou pelo INSS. Em Conquista exerceu a função de diretor e vice-presidente do Sindicato dos Jornalistas da Bahia, diretor da Apae e premiado pela sua atuação na gerência da Sucursal, especialmente no âmbito da produtividade e seriedade na direção do cargo a que foi confiado.

Em Salvador, Jeremias Macário foi premiado na área econômica pela cobertura de várias matérias jornalísticas, e concluiu cursos nos setores do mercado de capitais, na área da petroquímica, comércio lojista, na agricultura, entre outros segmentos. Em 1982 realizou, na Alemanha, através da Fundação Konrad Adenauer, o curso de “Economia de Mercado”.

Além de jornalista, Jeremias é escritor com o lançamento de quatro livros, sendo dois deles equivalentes a seis. Como letrista e poeta, várias de suas composições foram musicadas por artistas locais e do Nordeste. É também fundador do Sarau Cultural A Estrada que neste mês de julho completou dez anos de funcionamento, reunindo artistas, estudantes, intelectuais, professores e demais interessados pela cultural.





WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia