Essa é uma foto do meu amigo baiano fotógrafo Evandro Teixeira que registrou com suas lentes os anos de chumbo da ditadura civil-militar de 1964 no Brasil, que deixou um rastro de torturas, desaparecidos e mortes. As feridas ficaram abertas até hoje porque os torturadores não foram punidos, mas o povo brasileiro escreveu “Nunca Mais”. Mesmo assim, em pleno século XXI, um grupelho de fascistas raivosos, racistas e homofóbicos sai às ruas para pedir a sua volta, e o capitão-presidente apoia abertamente que a assassina retorne para calar com a liberdade de expressão, fechar o Congresso Nacional e o Supremo Tribunal Federal. São assassinos, em plena pandemia do coronavírus ceifando a vida de mais de 30 mil brasileiros, que deveriam ser presos por crime de responsabilidade. Por afrontar a Constituição, o seu chefe desequilibrado e sem nenhuma capacidade para presidir o país, já deveria ter sido cassado. A sociedade precisa reagir e dar um basta nesse governo que desagrega toda a nação, disseminando o genocídio, principalmente das camadas mais pobres. Por menos, dois presidentes foram cassados. Não dá mais para tolerar essa psicopatia que está levando nosso país ao abismo!