janeiro 2020
D S T Q Q S S
« dez   fev »
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  

:: 10/jan/2020 . 9:59

MASCATEANDO “ANDANÇAS” EM 2020

Sei que fazer cultura neste país dos retrocessos, com os inimigos para travar nosso trabalho, é o mesmo que dar murro em ponta de faca, mas nossa resistência sempre quebra barreiras para vencer as intempéries. Continuo na trilha difícil de divulgar e vender o meu último livro “Andanças”, lançado no final do ano passado, e ainda publicar uma coletânea dos meus melhores poemas que já fiz em vida. Por enquanto, vou por ai mascateando “Andanças” em 2020. Adquira seu exemplar.

No entanto, tenho consciência de que para realizar esta árdua tarefa só será possível com apoio dos leitores e amigos, colaborando com a aquisição da obra “Andanças” , que pode ser encontrado na Livraria Nobel, na Banca Central, da Praça Barão do Rio Branco, ou através do próprio autor nos contatos por e-mail macariojeremias@yahoo.com.br e pelo telefone 77 98818-2902.

Linguagem acessível e prazerosa

Uma mistura de ficção com realidade, o livro apresenta uma linguagem acessível e prazerosa na forma de contos, causos, histórias reais e poemas que falam de sentimentos, de amor, ódio, desejos, questões sociais, de fatos das nossas vidas cotidianas, tristezas, alegrias e sobre política, com críticas contra as injustiças, a corrupção e os desmandos do poder. A obra descreve também histórias curiosas e irônicas que aconteceram durante a ditadura civil-militar de 1964.

Dividido em dois (Andanças e A Estrada), o livro não tem uma sequência linear, sem regras acadêmicas, e pode ser lido de qualquer parte porque as histórias, os causos e as crônicas são separadas. As narrativas têm base real, que exigiram um trabalho de pesquisa para serem elaboradas. Muitos dos poemas publicados foram, inclusive, musicados por artistas e compositores locais e de outros estados.

Além de “Andanças”, o escritor e jornalista Jeremias Macário é também autor dos livros “Terra Rasgada”, “A Imprensa e o Coronelismo no Sertão do Sudoeste” e “Uma Conquista Cassada – cerco e fuzil na cidade do frio”, um trabalho que demandou cinco anos de pesquisas, para descrever, de maneira realista, como ocorreu a ditadura em Vitória da Conquista, na Bahia, no Brasil e até em países da América do Sul, como Uruguai, Argentina e no Chile.

Esta obra está sendo indicada em escolas e universidades por professores de história. O escritor não pretende parar em “Andanças” e já pensa em reunir uma coletânea de poemas e escrever um romance, baseado em episódios reais da nossa história. “Andanças” é uma cachoeira de imaginação e criatividade como num realismo fantástico.





WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia