janeiro 2020
D S T Q Q S S
« dez    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  

:: 7/jan/2020 . 1:16

MUITA SUJEIRA E PERTURBAÇÃO NA RUA “G” DO JARDIM GUANABARA

Há anos que os moradores da Rua “G” (Veríssimo Ferraz de Melo) – Jardim Guanabara, ou Felícia, estão sendo seriamente incomodados com a sujeira de um terreno vazio onde é usado para jogar sacos plásticos, telhas, entulhos de todo tipo, fezes e, mais recentemente, descarte de remédios e molambos de roupas. É um verdadeiro criatório do mosquito da dengue, insetos, baratas, escorpiões e até ratos que aparecem nas casas vizinhas.

Existe uma lei no código de postura do município, se não me engano, que obriga que os donos de imóveis vazios cerquem e cuidem de seus bens, sob pena de multas e outras punições. No entanto, a Prefeitura Municipal, através de sua Secretaria competente, ou incompetente, faz vistas grossas. Quando a coisa está bem feia, cheia de lixo, faz-se uma queimada, e aí, a ação é condenada. Então, temos que apelar para quem? Para o Papa?

Existe ainda na rua uma casa abandonada há mais de dez anos que deve ter todo tipo de sujeira, e já se tornou moradia de pombos. Tanto o terreno, como a casa são atentados à saúde pública, mas cadê os órgãos que deviam zelar para evitar doenças às pessoas que pagam impostos, inclusive o IPTU?

PARADISE

Outra coisa que tem perturbado os moradores da Rua “G” é o barulho infernal em finais de semana das festas da casa de eventos, denominada de Paradise. O som e a gritaria são ensurdecedores até o clarear do dia no estabelecimento, onde residem muitos idosos e crianças, sem contar que próximo funcionam o Hospital de Base, a UPA e a Policlínica.

Nem é preciso falar muita coisa para entender que uma casa de festas (virou até boate noturna) não deveria ter permissão do poder público para funcionar numa área residencial. Vai saber como o dono conseguiu um alvará da prefeitura! Fica por conta da imaginação.

Muitos moradores falam em fazer um abaixo-assinado para levar ao conhecimento do Ministério Público, da Delegacia Regional, da Polícia Militar e da própria Prefeitura Municipal para que tomem providências contra este absurdo.

Além do barulho, quando chega altas horas da madrugada, os festeiros bêbados fazem zoeiras na rua com o ronco dos motores de motos e carros. Houve uma vez que aconteceu até briga com tiros. Só vão fechar esta boate quando acontecer o pior. Há algum tempo, o nosso blog já publicou esta situação que tira o sossego dos moradores.





WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia