Na sessão desta quarta-feira (dia 28/08), o jornalista e escritor Jeremias Macário foi homenageado pela Câmara de Vereadores de Vitória da Conquista com uma moção de aplausos pelo lançamento, no dia 14 de junho, do seu mais novo livro “Andanças”. A indicação foi feita pelo presidente do legislativo, Luciano Gomes, e aprovada pelos parlamentares da Casa.

O livro “Andanças”, uma mistura de realidade com ficção, traz em seu conteúdo, contos, causos, histórias e poemas, muitos dos quais musicados por artistas locais e até de Fortaleza (Ceará). Foi lançado em Conquista em duas datas, em Jequié e em Guanambi. Deverá ainda ser apresentado em Salvador, Itapetinga, Brumado, Caetité, Bom Jesus da Lapa e Montes Claros (Minas Gerais) em datas ainda a combinar.

A Cultura Agoniza

Na ocasião, Macário fez um rápido pronunciamento em defesa da cultura que, segundo ele, vive momentos difíceis e em estado agonizante, que precisa de socorro da sociedade em geral e dos poderes públicos. Destacou que a situação crítica já perdura há muito tempo, e desabafou que, infelizmente, Conquista não conta até hoje com uma política cultural, mas com um calendário de festas, resumindo ao São João e ao Natal.

Dirigindo-se à Câmara, sugeriu que esta realize uma sessão especial para discutir o tema com os artistas da música, da literatura, da dança, do teatro, das artes plásticas e de tantas outras linguagens da nossa cultura. Afirmou que a Secretaria de Cultura do Município não dispõe de um orçamento próprio para apoiar a arte, nem no âmbito logístico, como pagar o aluguel de cavaletes para uma artista expor seus quadros.

Em sua fala, ressaltou ser triste uma cidade de 350 mil habitantes, a terceira maior da Bahia, não promover uma feira do livro, um festival da música, uma exposição de artes plásticas ou outro evento da mesma natureza, enquanto cidades menores realizam atividades de apoio aos seus artistas locais e à cultura popular. Para ele, nossa cultura está sendo massacrada, e nunca se tem recursos para ela, nem nos bons tempos.

O homenageado com a Moção de Aplausos foi prestigiado pelos vereadores, contando ainda com as presenças de sua esposa Vandilza Gonçalves e pelos amigos José  Carlos D´Almeida, professor Itamar Aguiar, Carlos Gonzalez, Evandro Brito e sua esposa Rozânia, professor Jovino Moreira, Gildásio Amorim, Raimundo Lezer, além de colegas de profissão, a maioria representando o “Sarau A Estrada” que completou novo anos de atividades em julho de 2019.