julho 2019
D S T Q Q S S
« jun   ago »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  

:: 17/jul/2019 . 21:34

“TORÇA PELO TIME DE SUA CIDADE”

Carlos Albán González – jornalista

“Torça pelo time de sua cidade”. Uma faixa com essa frase pode ser vista em todos os jogos da Chapecoense, na Arena Condá. Na verdade, os torcedores sdo Sul e Sudeste do país prestigiam os seus representantes em torneios nacionais, razão do crescimento de Chapecoense, Guarani, Ponte Preta, Brasil de Pelotas, Ituano de Osasco, Londrina, Criciúma, Botafogo de Ribeirão Preto, e muitos outros, que disputam as primeiras  divisões do Brasileirão.

Observo, desde que comecei a acompanhar o futebol, que o nordestino, nesse particular, age como cão vira-lata, que se mostra conformado em roer os ossos. Com exceção das capitais Salvador, Fortaleza e Recife, existe em toda esta nossa região uma paixão doentia pelas equipes do “Sul Maravilha”, em detrimento do que é nosso. Conquista, com mais de 350 mil habitantes, passa oito meses do ano sem abrir os portões do “Lomanto Júnior”, porque o seu clube, com a final do campeonato estadual,  já dispensou em abril atletas e comissão técnica.

O aficionado conquistense pelo futebol passa anos e anos esperando que o time de seu coração (Flamengo, Vasco, Fluminense, Corinthians, Botafogo e Palmeiras) apareça por aqui. Houve um tempo em que esses times excursionavam pelo exterior e interior do Brasil. O Santos de Pelé era o mais requisitado. Enquanto aguardam, criam torcidas organizadas, soltam foguetes, fecham os bares para assistir aos jogos pela TV, comprando o pacote Premiere da Globo. Sentem-se orgulhosos quando vestem a camisa do Flamengo, a mais vendida nas lojas de artigos esportivos; a do Bahia, bicampeão brasileiro, vem em seguida.

Lamentavelmente, a nossa mídia colabora com esse amor não correspondido. Esta semana um blog local destacou a goleada de 6 a 1 aplicada pelo Flamengo no Goiás. Nem uma linha sobre a campanha de dois times do interior baiano, o Juazeirense e o Jacuipense, que estão com um pé na série C do Brasileirão, onde devem fazer companhia ao Vitória, sob ameaça de queda. Com a contratação do equatoriano Caicedo o tombo pode se dar com algumas rodadas de antecedência.

“O Globo” estampou esta semana uma matéria, elaborada com minuciosa pesquisa, mostrando que o Bahia é o clube mais bem dirigido, em termos financeiro e administrativo, do país, conseguindo se recuperar, a partir de 2013, realizando eleições diretas, com a participação dos sócios, após uma batalha judicial contra a ditadura dos Guimarães. Pois bem, essa reportagem, que enaltece o futebol baiano e, consequentemente, o do Nordeste, não recebeu o merecido destaque dos nossos veículos de comunicação.

 

 

 





WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia