O assunto mais discutido ontem quarta-feira (3/04) na sessão da Câmara de Vereadores de Vitória da Conquista foi sobre a questão da rotatória do novo aeroporto que deverá ser inaugurado em agosto próximo com um voo da Gol fazendo linha para Buenos Aires, na Argentina. Alguns ainda defendem a construção de um viaduto e acham que um simples acesso na BR-116 pode provocar muitos acidentes com mortes.

Da Tribuna Livre, o advogado Rafael Nunes, disse que o Governo do Estado, com a economia que fez não dando aumento aos servidores e até elevando a contribuição do Planserv, dispõe de dinheiro sobrando para fazer a rotatória, mas acrescentou que não seja permanente, e se comece a planejar a edificação de um viaduto. “Temos que inaugurar o aeroporto que já está pronto”.

Rotatória da morte

O vereador Danilo Kiribamba se posicionou na mesma linha, mas seu colega Sidney Oliveira foi contra a obra, e antecipou que vai ser a “rotatória da morte”, assassina de vidas humanas na tão movimentada Rio-Bahia. Destacou que Conquista está recebendo um dos maiores equipamentos de sua história com investimentos de 135 milhões de reais (outros falam em 125 milhões) e argumentou que o viaduto já constava do projeto. “Ali naquele local não cabe um acesso”.

Apesar de achar correto o viaduto, segundo ele, orçado em 40 milhões, o empresário José Maria, do movimento em prol do aeroporto, em entrevista ao nosso blog, afirmou que, no momento, a saída é construir o acesso para que a obra, feita pelos governos estadual e federal, seja logo inaugurada, e sugeriu que sejam instalados radares na área para evitar acidentes. Informou que, através da empresa Gol, Conquista vai ganhar uma linha para Buenos Aires num avião de 135 passageiros. De acordo com ele, o viaduto pode ficar para depois.

Outros assuntos foram discutidos pelos parlamentares durante a sessão da Câmara, como o problema da falta de assistência aos moradores da zona rural, levantado pela vereadora Lúcia Rocha que esteve visitando Inhobim,  Dantilândia e Bate-Pé no último final de semana. Ela cobrou mais atuação da Secretaria de Agricultura, especialmente no tocante às estradas que se encontram em péssimas condições, como a de Cachoeira das Araras.

O parlamentar Cícero Custódio pediu a reabertura do estádio Lomanto Júnior para a prática do esporte amador. Criticou a concessionária Via Bahia por não ter ainda resolvido a situação perigosa do bueiro entre os bairros Nossa Senhora Aparecida e Iracema. Ainda sobre a empresa, reivindicou uma rotatória na BR-116 na passagem entre os bairros Conveima e Morada dos Pássaros.

O vereador Coriolano Moraes fez duras críticas à situação da educação no município, dizendo que as escolas não oferecem condições de ensino para os alunos. Citou, como exemplo, o colégio de Boa Sorte, no distrito de José Gonçalves, que até hoje está sem aulas, para ele um absurdo. “Não podemos mais aceitar isso. A Secretaria de Educação tem que tomar as devidas providências”.

Em seu discurso, o parlamentar Álvaro Phitou ocupou a Tribuna para elogiar o prefeito Hérzem Gusmão pela obra de requalificação que está sendo realizada na Praça Victor Brito, conhecida também como Praça da Bíblia, uma indicação do ex-vereador Giuzete Moreira, por intermédio da Associação dos Evangélicos. “A praça será uma área turística da cidade”.