março 2019
D S T Q Q S S
« fev   abr »
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  

:: 21/mar/2019 . 23:53

O PONTEIRO E A MORTE

Poema do jornalista Jeremias Macário

macariojeremias@yahoo.com.br

No seu solitário espaço,

o ponteiro do relógio

avança como um arqueiro,

marcando todo nosso passo

nesse percurso traiçoeiro

do caminhar passageiro.

 

O ponteiro roda, roda…

e o tempo passa tic-tac, tic-tac…

pacientemente, sem correr,

e o tempo mais uma vez roda,

sem a pressa do apressado ser.

 

A distância vai reduzindo

da saída ao lugar de destino,

fazendo sua parada na tenda,

cada um faz seu rito peregrino,

ora chorando, triste ou rindo,

na procura da sua comenda.

 

Nas tempestades e bonanças,

nos abrigos para descansar,

das fatigantes andanças;

nas curvas, retas e cruzadas,

o ponteiro vai continuar lá,

para marcar tic-tac, tic-tac…

e depois em silêncio avisar,

que a sua hora vai chegar.

 

Não adianta tentar enrolar;

viver como um sideral;

se esconder na China ou Bagdá;

desprezar que existe um final,

o ponteiro vai girar incansável,

no ritmo do tic-tac, tic-tac…

alertando saque, saque,

não compre tick de embarque

nessa onda do insaciável,

de mais ouro e mais capital,

nesse mercado de vendaval.

As cordas podem até arrebentar;

os ponteiros pararem de rodar,

mas o tempo não larga seu cajado,

e o homem escravo vai até lá

acertar o ponteiro atrasado,

para servir a vontade do seu Alá.

 

À meia-noite para para badalar,

com toda força do seu pulmão,

nas catedrais monumentais,

ou no velho casarão do lar,

assustando o sono do ancião,

para recomeçar tic-tac, tic-tac…

no templo da vida do Deus dará.

 

Um ponteiro conta o segundo,

na marcha do tic-tac, tic-tac…

como alma imortal do mundo;

o outro troca de minuto,

fazendo sua ritual travessia;

e o terceiro aponta a hora,

no visceral da lida de todo dia,

e assim o tempo vai embora.

 

Para quem rir ou até chora,

da conversa do caçador,

ou do pescador e vendedor;

do vigor ou do coma terminal,

o tic-tac repete a sua sonora,

mas faz-se de mouco o imoral.

 

Quando o dinheiro é religião,

quando sua força é a espora,

quando se fomenta a mentira,

e do pobre se rouba o tostão,

em nome do céu e do inferno,

e só se pensa no aqui e agora,

a vida fica sem sul e sem norte,

na cegueira de que tudo é eterno,

e se esquece que existe a morte.

 

ESTÁ TUDO DOMINADO. É BELEZA PURA!

Como dizia o saudoso, místico e iluminado cantor e compositor baiano Raul Seixas, “nós não vamos pagar nada. A solução é alugar o Brasil. A Amazônia é o jardim do quintal. Este imóvel está pra alugar” Noutro verso, ele diz que o Brasil é charrete que perdeu o condutor, ou varrendo lixo pra debaixo do tapete que, supostamente, é festa para alegria do ladrão.

“O ponto de vista é o ponto da questão”. Mais uma dele, mas, assim como os poetas, todos nós temos o direito de sonhar e dizer o que pensa. Prefiro ser esta metamorfose ambulante… do que ter aquela opinião formada sobre tudo. A barca de Noé está partindo. Deus é brasileiro para trazer o progresso que não vejo aqui.

São reflexões do poeta que não se foi, mas está tudo dominado. É beleza pura, e o povo está gostando desse “Brasil acima de tudo”, mesmo com as destrambelhadas e atabalhoadas de mistura de ditadura com democracia e liberdade. Só estamos começando a rezar, “uma  reza cumprida pra ver se o céu saberá”, como dizia Geraldo Vandré, o Boby Dylan do sertão.

Se você ainda não foi ao espelho, então vá. Nem todo mal, nem todo bem me dão o direito de ensinar. São coisas do poeta que recomenda que cada um tenha seu ponto de vista. Para a maioria que fez sua escolha e ainda está mal ou bem sobrevivendo, está tudo bem e assim deve ser. Vamos todos bater continência.

Que importam as trapalhadas e os prenúncios do autoritarismo, se o povo não dá mesmo valor para essa coisa de liberdade e democracia! O que conta é ter um dinheirinho no bolso, um carrinho na porta, fazer uma viagenzinha  nos feriadões e tomar umas geladas com os amigos. Liberdade de expressão é coisa para artista e intelectual. Aliás, ditadura só existe de esquerda, e a desgraça é invenção de esquerdista.

Vamos entregar a Base de Alcântara para os norte-americanos e liberar a exigência do visto de entrada dos gringos. Afinal de contas, só temos o que ganhar com o atestado de inferioridade de cão vira-lata, e se eles mandarem, vamos invadir a Venezuela e fazer o trabalho sujo deles.

Vamos libertar nosso vizinho porque aqui está tudo beleza, com hospitais e educação de primeiro mundo. Aqui não existem milhões de pobres como lá, nem epidemias, esgotos a céu abertos, matanças indiscriminadas, nem violência como lá. Temos aqui a democracia que as forças armadas nos dão, com sua generosidade. Está tudo dominado porque as castas do legislativo e do judiciário vão continuar com suas mordomias, A gente morre, a gente luta… e a nossa palavra é sim….

Sem ódio e sem intolerância, o espetáculo vai continuar e temos que aplaudir os palhaços, os trapezistas e os homens motoqueiros do globo da morte. Quem disse aí que estamos regredindo? Esses são os espíritos de porcos que não sabem avaliar, nem aceitar que perderam.

Está tudo beleza! A educação vai ser militarizada e não é preciso pensar. Quem pensa é jumento, ou não sabe amar a pátria. Estes devem ser excluídos. A coisa está tão boa que nem temos mais oposição. Agora é entrar na arena do partido único e deixar as minorias falando sozinhas, como nos ensina o capitão Bozó

Reforma de previdência social não é para acabar com os privilégios de militar, de deputado, nem de juiz. É para acabar com os pobres mesmo que ainda vivem de teimosos Todo mundo já está calejado com isso e ninguém vai fazer revolução, nem berrar como bode.

Como faz parte da lei natural do capitalismo, o rico vai ficar mais rico, e o pobre mais lascado. Faz parte do jogo, e quem reclamar é porque é chato mesmo e não vê que as coisas estão melhorando. Acorda Brasil! Está tudo dominado. É beleza pura! Temos carnaval de duas semanas, samba no pé, cachaça, praias lindas pra namorar e muita farra!





WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia